[Nota do Tradutor: Esse texto foi escrito em 2015, ano em que foi lançado o filme O Despertar da Força, da série Star Wars. Em breve será lançado mais um filme da franquia, O Último Jedi, mas suas reflexões não perderam a importância. Se você ainda não assistiu aos filmes, informamos que o texto contém informações sobre o enredo da série.]

Faz dez anos desde o último filme de Star Wars (30 anos desde o último bom), e com a estreia de O Despertar da Força em poucos dias, os fãs estão praticamente enlouquecendo antecipadamente. O novo capítulo promete retornar Star Wars às suas raízes. Velhos rostos reaparecerão, e jovens heróis se elevarão para conduzir a galáxia em outra batalha contra o mal. Enquanto o drama épico espacial nunca foi abertamente cristão, ainda assim incorpora temas que refletem o Evangelho. Então, coloque o cinto nas crianças, prepare o hiperdrive e não perca estas cinco mensagens cristãs encontradas em Star Wars.

Nós somos todos parte de algo maior

Quem você diria que é o herói de Star Wars? Talvez Luke Skywalker, ele é o último Cavaleiro Jedi e o único que pode derrotar Darth Vader. Ou, talvez, a Princesa Leia, que estava liderando a Rebelião anos antes dele chegar. E o velho Obi-Wan? Ele sacrificou tudo para dar à galáxia uma chance de paz, e até mesmo ficou preso após a morte para oferecer apoio.

Na verdade, cada uma dessas personagens está lutando por algo maior do que elas. Não importa quão grandiosas sejam as suas conquistas individuais, tudo é feito em nome da preservação da liberdade galáctica. Como cristãos, sabemos que o corpo de Cristo é composto por muitas pessoas. 1 Coríntios até mesmo nos ensina que todos nós temos um papel importante a desempenhar no ministério de Cristo. Não importa se você é uma princesa ou um fazendeiro de umidade, todos somos parte de algo maior que nós mesmos.

Os cristãos precisam de uma arma elegante

É difícil imaginar os icônicos Jedi sem o sabre de luz. Obi-Wan descreve essas confiáveis espadas laser como "uma arma elegante" e, nas mãos de um mestre, é difícil argumentar com sua avaliação. Um sabre de luz pode cortar o metal, desviar os tiros de blaster e até mesmo trazer luz a lugares escuros. Quando armado com um desses, um Jedi é um inimigo formidável. Sem ele, eles estão com problemas.

Como o sabre de luz, a Escritura é muitas vezes retratada como uma arma. Em Efésios 6 os crentes são chamados a tomar "a espada do espírito, que é a palavra de Deus" para lutar contra o inimigo. Enquanto um sabre de luz pode ser a marca de um verdadeiro Cavaleiro Jedi, a Bíblia é a arma de um verdadeiro cristão. Quando a mantemos próxima, podemos ser uma força para o bem, mas sem ela, estamos próximos da inutilidade.

Mesmo o melhor de nós pode cair

Há poucos vilões no universo Star Wars mais ameaçadores do que Darth Vader. Com o seu sabre de luz carmesim e a respiração irregular, este Lorde Sombrio dos Sith inspira medo onde quer que ele vá. As audiências o testemunharam destruir planetas, assassinar subordinados e até mesmo torturar seus próprios filhos. No entanto, talvez o aspecto mais angustiante do personagem de Vader seja o fato de que ele costumava ser bom. Há muito tempo, Vader era um Cavaleiro Jedi chamado Anakin Skywalker que lutou para proteger o povo da República Galáctica.
Skywalker era um grande herói, mas o orgulho e a raiva o levaram ao lado negro. Da mesma forma, até mesmo os melhores cristãos são suscetíveis ao pecado e à ruptura. Basta olhar para Pedro, que negou a Cristo, ou Davi, que era culpado de homicídio e adultério. O pecado, o lado negro, é muito real, e todo cristão deve estar protegido contra a tentação.

Coisas extraordinárias podem vir de lugares improváveis

De todos os planetas no universo Star Wars, talvez nenhum seja mais notável do que o mundo deserto de Tatooine. Orbitando sóis gêmeos na orla exterior da galáxia, Tatooine é um lugar áspero e desolado governado por gângsteres. Tanto o Império como a Rebelião ignoram o planeta, preferindo se concentrar em mundos mais importantes, como o industrial Coruscant ou o belo Naboo. Apesar de tudo isso, Tatooine serviu de ponto de origem para alguns personagens verdadeiramente extraordinários. Anakin Skywalker nasceu lá, seu filho Luke cresceu lá, sem mencionar que o traficante Han Solo foi descoberto lá.
Muito como Tatooine, Jesus nasceu em Belém, um lugar tão sem importância que mal aparecia no mapa. As primeiras pessoas a ouvir sobre seu nascimento foram pastores, homens que caíam no degrau mais baixo do sistema de castas. Mesmo seus pais eram improváveis, apenas um carpinteiro simples e uma menina virgem. No entanto, Deus tem uma maneira de tomar coisas comuns e transformá-las em algo verdadeiramente excepcional.

Nunca é tarde para a redenção

No final de O Retorno de Jedi, quando parece que toda a esperança está perdida, acontece algo incrível. Darth Vader, o antagonista de longa data da série, se sacrifica para salvar seu filho e derrotar o Imperador. Vader acreditava que ele estava muito longe de encontrar a redenção. Ele tinha feito tantas coisas terríveis, traiu tantas pessoas. Como ele poderia ser perdoado?
Luke, por outro lado (sem trocadilhos), nunca perdeu a  fé em Vader. Na verdade, ele acreditava tão fortemente que  estava disposto a pagar o preço final por seu perdão. Há muitas pessoas como Vader que olham seus erros para trás e acham que é tarde demais, mas estão erradas. Não importa o quão longe nós nos desviamos ou quão desfigurados nos tornamos, Jesus deu Sua vida para que pudéssemos ser perdoados (João 3:16). Deus não precisa salvá-lo, Ele já o fez.

(Esses pontos foram retirados do livro fenomenal de Paul Kent The Real Force: A 40 Day Devotional).

Traduzido por Fabricio Luís Lovato

Texto original: https://www.crosswalk.com/blogs/christian-movie-reviews/5-christian-messages-found-in-i-star-wars-i.html

Artigos Relacionados

10 Filmes para Assistir e Refletir na Páscoa 10 Filmes para Assistir e Refletir na Páscoa
Que tal aproveitar essa Páscoa para assistir alguns filmes edificantes para sua vida espiritual? A seguir, algumas sugestões que valem a pena ser...
Israel no plano de redenção, sexta-feira
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas...
Israel no plano de redenção, quinta-feira
Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em...
Israel no plano de redenção, quarta-feira
E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo.E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo....