Porém, o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a altura da sua estatura, porque eu o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém, o Senhor olha para o coração.” 1 Samuel 16:7

Eliabe tinha uma aparência forte e aos olhos de Samuel parecia ser o homem certo para ser o escolhido do Senhor, mas isso só aos olhos de Samuel, pois não era a melhor aparência que Deus estava buscando, e sim um coração puro e fiel à Ele.

Davi, o mais novo dos irmãos, o qual ninguém o escolheria para ungi-lo como rei, esse foi a quem Deus escolheu. Davi era uma boa pessoa e tinha sua fé firmada em Deus, quando todos estavam com medo de enfrentar o grande Golias, foi Davi quem teve a coragem e a confiança em Deus para enfrentá-lo. Homens fortes, os escolhidos para irem para guerra, temeram e não foram capazes de lutar, mas Davi não se importou com o tamanho do adversário e se propôs a lutar, confiante de que Deus lhe daria a vitória e Ele deu.

Muitas vezes somos como Samuel, olhamos para a aparência das pessoas e tiramos nossas próprias conclusões. A primeira coisa que vemos em uma pessoa é sua aparência. Nós “vemos somente o que está diante dos olhos”, não podemos olhar para o coração, para saber como a pessoa realmente é. Há muitas pessoas que parecem ser honestas e não são, dizem ser uma coisa, mas são outra; nós não temos como saber o que a pessoa realmente é no seu interior, por isso, também, não podemos julgar ninguém.

Davi impressionou a muitos, ninguém imaginaria que ele iria vencer um homem cheio de armaduras, experiente em lutar e muito maior que ele. Mas, embora, Davi não estivesse com nenhuma armadura aos olhos de todos, ele estava com a armadura de Deus.

O exterior nunca foi mais importante do que o interior, roupas bonitas, perfumes caros, a beleza, tudo irá passar, por isso temos que tomar cuidado para não deixar a aparência falar mais alto e fazer acepção de pessoas como na situação em que Tiago nos fala: “Porque, se no vosso ajuntamento entrar algum homem com anel de ouro no dedo, com vestidos preciosos, e entrar também algum pobre com sórdido vestido, e atentardes para o que traz o vestido precioso, e lhe disserdes: Assenta-te tu aqui em um lugar de honra, e disserdes ao pobre: Tu, fica ai em pé ou assenta-te abaixo do meu estrado, porventura não fizeste distinção dentro de vós mesmos e não vos fizeste juízes de maus pensamentos? Ouvi, meus amados irmãos: Porventura, não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?” (Tiago 2:2-5).

Nosso Deus é diferente, Ele consegue olhar além de nossa aparência, “Ele olha para o coração”, para Deus é o interior e não o exterior que importa. Para Ele não importa se a pessoa é rica ou pobre, se tem carro ou não, se usa roupas de marca ou não, Deus se preocupa com aquilo que realmente importa, que é o coração de cada um. Ele vê se o coração está puro ou manchado pelo pecado, vê se está alegre ou machucado, coisa que nós não somos capazes de ver, pois a pessoa pode se mostrar forte, mas estar fraca por dentro, se mostrar uma pessoa que esta dentro da vontade de Deus, mas carregar um coração cheio de pecados sem arrependimentos.

Certa vez, Jesus repreendeu aos escribas e fariseus, dizendo: “Assim, também vós, exteriormente, pareceis justos aos homens, mas interiormente, estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade” (Mateus 23:28). Jesus olhou para o coração deles, sabia que estavam sujos interiormente.

Nós não sabemos o que uma pessoa traz dentro de si. O exterior é apenas uma “casca”, onde muitos se escondem. Muitas pessoas moram em mansões, tem carros importados, muito dinheiro, e fingem serem felizes, mas na verdade não são; pois o coração está vazio, não conhecem Jesus.

Não somos como Deus que consegue ver o interior de cada um, mas Ele nos deixou o mandamento de amarmos o nosso próximo como a nós mesmos, não importa quem seja, não importa se é uma pessoa bem vestida ou uma pessoa com roupas simples, cada um que está ao nosso redor é nosso próximo.  Quando Jesus voltar, não é o exterior que Ele olhará. Ele virá buscar aqueles que fizeram a vontade do Pai, que foram puros de coração e refletiram sua imagem aqui na terra.

 

Artigos Relacionados

Parábola do administrador infiel Parábola do administrador infiel
E DIZIA também aos seus discípulos: Havia um certo homem rico, o qual tinha um mordomo; e este foi acusado perante ele de dissipar os seus bens...
Parábola do Semeador Parábola do Semeador
  Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. .   Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.     Mateus 13:9  A palavra “parábola” tem sua raiz na...
Parábola: O rico insensato Parábola: O rico insensato
  E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui. .   E disse...
Parábola: O rico e o Lázaro Parábola: O rico e o Lázaro
  Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos. .   Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.     Lucas 16:29...