Há muitos exemplos de pais na Palavra de Deus, alguns que foram bons e outros que não tiveram um bom êxito na criação de seus filhos. Mas hoje gostaríamos de falar sobre Mardoqueu, um dos grandes exemplos de bom pai que encontramos na Bíblia. Embora ele não tenha sido o pai biológico de Ester, ele tem muito a nos ensinar sobre como ser um pai exemplar. Há várias lições que podemos aprender por meio da forma como ele cuidou e orientou Ester.

Paternidade

O texto de Ester 2:5-7 diz que Mordecai era primo de Ester e quando ela se tornou órfã, ele a adotou como filha. Isto nos traz uma grande lição sobre a vida deste homem, ele tinha um instinto paternal. O texto não informa se ele tinha filhos biológicos. Muitos homens são pais biológicos, mas nem todos tem o amor paternal. É importante e necessário que todo pai busque no Senhor esse amor e o dom da paternidade. Há um ditado que diz: “ninguém pode dar o que não tem.” Se você não recebeu amor paterno ou mesmo não teve relacionamento com o seu pai, isso não é um impedimento para que você seja um bom pai, pois o nosso Pai celeste pode suprir esta lacuna e lhe ensinar a amar os seus filhos da forma correta.

Um pai conselheiro

Mordecai era um homem muito sábio, tinha uma visão a longo prazo e aconselhou sua filha para que ela fosse prospera na vida. O primeiro conselho registrado é para que ela não revelasse a sua origem e o seu povo (Ester 2:10). Pode parecer ruim a primeira vista, mas isso a ajudou muito no futuro.  Ser pai também é se envolver não apenas com o hoje e agora, mas é projetar planos e sonhos para o futuro dos filhos. A experiência e a maturidade do pai estão relacionadas aos conselhos que ele proporciona a seus filhos. O pai precisa ser um referencial para seus filhos e também um conselheiro, pois se os filhos não encontram nele uma fonte de respostas para suas dúvidas e temores, eles irão buscar em outras pessoas este porto seguro e isso pode ser muito perigoso.

Um pai presente

Mesmo Ester morando em um local de difícil acesso para Mordecai, o texto afirma que todos os dias ele passava nesta casa para se informar sobre como ela estava (Ester 2:11). Hoje em dia, os pais possuem tantas atividades em suas rotinas que, muitas vezes, lhes falta tempo para darem atenção aos filhos. Os pais precisam ter tempo de qualidade com os seus filhos, independentemente da idade deles. Não é apenas estar juntos em uma mesa ou na sala de estar, mas é cultivar hábitos de diálogo, olhar nos olhos dos filhos, pois isso vai mostrar o quanto estes são importantes. Hoje o bem mais valioso que temos é o tempo. Ao dedicarmos tempo para as pessoa, demonstramos o quanto as amamos.  Mordecai dedicava tempo de sua vida todos os dias para saber sobre sua filha. Provavelmente Ester sabia que seu pai não lhe esquecia e que todos os dias ele se preocupava em saber notícias dela. Mesmo que seus filhos não estejam fisicamente próximos, faça com que eles saibam o quanto você se importa com eles e o quanto você ora e pensa neles todos os dias.

Amizade de um pai e uma filha

Mesmo depois que Ester se tornou rainha, a amizade entre pai e filha não foi perturbada. Vemos em Ester 2:20-23 que ela continuou a obedecer o conselho de não revelar a sua origem e quando seu pai pediu para que ela avisasse o rei da conspiração que os servos iriam realizar, ela obedeceu. Durante os próximos capítulos deste livro vemos que Ester e Mardoqueu sempre estavam conversando, um se abria com o outro. Não era um relacionamento distante e frio, mas sim muito próximos. É muito importante que os pais cultivem este relacionamento com seus filhos para que eles se sintam a vontade de compartilhar não somente as suas conquistas, mas também as suas derrotas e dores emocionais.

Um pai que mostrou o propósito da vida de sua filha

No capítulo 3 é narrado sobre o decreto para destruição dos judeus, Ester fica triste ao saber que Mardoqueu está vestido de pano de saco e lhe envia roupas, então ele explica o que está acontecendo e faz uma pergunta: “e quem sabe se para conjuntura como esta é que foste elevada a rainha?” (Ester 4:14). Neste momento, provavelmente, ele começa a perceber o propósito de Deus em tê-la tornado rainha, que era para salvar o povo judeu da destruição. Ele sabia que ela corria risco de vida, mas ao mesmo tempo ele entendia que se fosse esse o propósito de Deus para a vida dela, ela deveria cumprir. Aprendemos aqui que Deus pode revelar aos pais qual é o propósito da vida de seus filhos e mesmo que no primeiro momento isso não aparente ser agradável ou dentro do que se espera, eles devem motivá-los a cumprir este propósito.

Resultados colhidos por Mardoqueu e Ester

Mardoqueu foi um pai paterno, presente, conselheiro, amigo, no entanto, quando surgiu a oportunidade de substituição de Hamã, a sua filha lhe indicou ao rei. A forma como Mardoqueu criou aquela jovem fez com que ela tivesse o desejo de honrá-lo e retribuir tudo o que ele tinha feito por ela e assim que a oportunidade surgiu, ela o fez. Honrar os pais é um dos Dez Mandamentos e o texto não deixa margem se os pais são bons ou maus, mas se os pais cumprirem o seu papel, como Deus determinou, certamente não será um grande sacrifício para os seus filhos os honrarem.  Em Colossenses 3:21 a palavra de Deus orienta aos pais a não irritarem os seus filhos e em Efésios 6:4 diz novamente para não provocar os filhos à ira. E como fazer isso? O versículo continua dizendo para educar os filhos de acordo com a disciplina e o conselho do Senhor e foi isso que Mardoqueu fez e por isso ele colheu gratidão e honra de sua filha.

A obediência de Ester aos conselhos do seu pai adotivo, resultou em bênçãos e ela se tornou uma heroína do povo judeu juntamente com Mardoqueu e instituiu a festa do Purim que é celebrada até hoje entre os judeus. Portanto, os dois entraram para história como um exemplo a seguido por todos os pais e filhos.

Artigos Relacionados

Meu pai, meu herói Meu pai, meu herói
Fico observando as crianças da atualidade terem tantos heróis para admirarem, todos apresentados pela mídia, por todas as vias e de maneira maçante....
Meu Pai! Meu Pai!
“E lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e minhas filhas, diz o Senhor todo poderoso.” (2Coríntios 6:18) Ter um pai. Que bênção que o Senhor...
A Parábola da Figueira Estéril A Parábola da Figueira Estéril
  E, respondendo Jesus, disse-lhes: Cuidais vós que esses galileus foram mais pecadores do que todos os galileus, por terem padecido tais coisas...
A figueira estéril, sábado
  E, se der fruto, ficará e, se não, depois a mandarás cortar. .   E, se der fruto, ficará e, se não,...