Artigos

Muitos líderes se perdem entre os conflitos que emergem no seio de suas equipes. Encontram-se perdidos, impacientes e confusos ante a determinados conflitos de liderados que não se explicam, nem se resolvem.

O líder pensa: já estabeleci funções, limitei papéis, admoestei, orei, fiz de tudo para com quase todos e essa problemática não se resolve. Sempre há conflitos que se repetem entre a mesma pessoa ou grupo.

Quando recebi a notícia de que seria mãe, milhões de dúvidas e preocupações vieram à minha cabeça. Surgiu o medo da responsabilidade e um friozinho na barriga ao imaginar as hipotéticas situações que viveria com aquele ser ainda sem forma em meu ventre.

“Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis”. Provérbios 31:10

O dicionário nos dá a seguinte definição sobre a palavra “retrato”: “Representação de uma pessoa pela pintura, desenho ou fotografia, descrição”. Ao criar Eva, para ser a companheira de Adão, Deus a fez também “... sua imagem e semelhança”.

“O Deus do Antigo Testamento é talvez o personagem mais desagradável da ficção.” Assim declara o ateu Richard Dawkins em seu livro “Deus, um delírio”, apresentando a seguir uma lista de adjetivos nada ... elogiosos.  Um dos principais argumentos do movimento neoateísta é sua reivindicação do desprezível caráter moral de Deus, conforme apresentado nas páginas do Antigo Testamento. Reivindica-se que essa parte da Bíblia está saturada de leis bizarras (pois quem se sentiria tentado hoje a cozinhar um cabrito no leite de sua mãe? – Êxodo 23:19), ou nos piores casos, intolerantes e violentas.

  Além disso, enfrento diariamente uma pressão interior, a saber, a minha preocupação com todas as igrejas.    

2 Coríntios 11:28 NVI 

Amados irmãos e irmãs, graça e paz da parte de nosso Senhor Jesus Cristo vos sejam multiplicadas!

Neste pequeno texto, tenho a pretensão de lançar à irmandade, de um modo especial, às cabeças pensantes da IBSD, uma singela, porém rara e oportuna reflexão sobre a educação que queremos em nossas Igrejas.

 Além de outras coisas, ainda pesa diariamente sobre mim a preocupação com todas as igrejas.    

2 Coríntios 11:28

Amados irmãos e irmãs, graça e paz da parte de nosso Senhor Jesus Cristo vos sejam multiplicadas!

Após alguns momentos de oração e reflexão, agora assentado na minha sala de estudos, tendo à minha frente o teclado e a tela do computador, com a determinação de escrever um novo artigo desta série — Mensagem do Presidente — e sabendo que deveria elaborar um texto fazendo alusão às perdas de queridos que integravam o ministério batista do sétimo dia brasileiro, levantei-me e fui à cozinha tomar água. Estava lá sozinho.

Enquanto sorvia aquela água leve e refrescante, tive o olhar desviado para cima da mesa. Chamou-me à atenção uma pequena toalha do nosso bebê, Maria Luíza, bordada por uma das muitas tias e avós associadas da igreja, com os seguintes dizeres: “E ele lhes enxugará dos olhos toda lágrima”. Só isso. Mas, naquele instante voltei ao laptop na sala para reescrever o texto. Veio nova inspiração.

  Além das coisas exteriores, me oprime a cada dia o cuidado de todas as igrejas.    

2 Coríntios 11:28

 Amados irmãos e irmãs, graça e paz da parte de nosso Senhor Jesus Cristo vos sejam multiplicadas!

Nos dias atuais constato, com certa frequência, irmãos — bem intencionados — discutindo sobre a forma bíblica de administração da Igreja. Outros não ousam afirmar sobre a existência de uma suposta forma bíblica de administração, mas indagam sobre qual seria o melhor método ou sistema de se administrar a Igreja.

Uma Igreja Contextualizada

  Além disso, enfrento diariamente uma pressão interior, a saber, a minha preocupação com todas as igrejas.    

2 Coríntios 11:28

Amados irmãos e irmãs, graça e paz da parte de nosso Senhor Jesus Cristo vos sejam multiplicadas!

Já faz algum tempo, venho me perguntando: como conciliar uma Igreja Viva e Relevante com a cultura de sua época? Seria possível o diálogo entre áreas tão distintas? Haveria um limite a ser traçado entre a prática religiosa e a cultura secular?