Texto base: João 15:1-16

Não tenho tempo! Esta é a expressão mais ouvida em nossos dias. Parece que este século é marcado pela falta de tempo. Onde foram parar todas as vinte e quatro horas do dia? A verdade é que temos dificuldade em aproveitar bem o nosso tempo. Se perguntarmos às pessoas qual é a principal razão do estresse delas, a maioria responderá que é não ter tempo para administrar seus afazeres.

O mundo moderno exige muito de nós. Estudos, trabalho, o sustento diário, etc. E essa correria tem sido a principal desculpa que muitos têm encontrado para dizer que não têm tempo para se dedicar a um relacionamento profundo com o Senhor. Por isso, não leem a Bíblia, oram muito pouco, não jejuam, não participam da obra de Deus, não evangelizam, não tem uma vida cristã que agrada ao Senhor. Acabam sendo crentes de final de semana. Pensar somente nas coisas do mundo e esquecer-se do lado espiritual, da nossa missão, da nossa vida com Deus, são passos para o fracasso como pessoas e como servas do Senhor.

Mas Jesus nos ensinou que devemos buscar os tesouros do céu, onde traça nem ferrugem corroem (Mateus 6:19-21). Isso significa que temos de ter cuidado com o tipo de tesouro que temos buscado. É verdade que estamos no mundo e que precisamos correr atrás de muitas coisas, isso não é errado. Mas será que correr atrás do reino de Deus também não é algo importante?

Olhando para as Sagradas Escrituras, encontramos homens e mulheres que dedicaram tempo ao Senhor. O Senhor conversava com Moisés face a face (Êxodo 33:11), Noé andava com Deus (Gênesis 6:9b), Abraão foi chamado amigo de Deus (Tiago 2:23), o salmista suspira por Deus, como a corça suspira pelas correntes das águas, manifestando sede da presença do Deus Vivo (Salmos 42:1-2), Maria sentou-se aos pés de Jesus, para apenas ouvir seus ensinamentos (Lucas 10:38). Estes e muitos outros exemplos nos desafiam a dedicar mais tempo ao Senhor.

Você querida irmã foi escolhida por Deus, e nomeada por ele, para dar muitos frutos: Porém só poderemos Frutificar se estivermos ligados Nele. Jesus deixa bem claro esta condição:

[...] como a vara de si mesma não pode dar fruto se não estiver na videira, assim também vós se não estiverdes em mim. [...] quem está em mim e eu nele, este dá muito fruto, porque sem mim nada podeis fazer.

João 15:4-5

O segredo da vida abundante minha irmã é permanecer Nele. Jesus é a videira. Jesus é o tronco onde o galho precisa buscar sua seiva para frutificar. Quanto maior a ligação do ramo com o tronco, maior é a capacidade desse ramo produzir. A vida, a força, a beleza e a fertilidade do ramo está na sua permanência no tronco. Em nós mesmos não temos vida, nem força, nem poder espiritual. Tudo o que somos, sentimos e fazemos vêm de Cristo. Ele é a fonte.

Foi por tudo isso que ao falar sobre nossa conversão Jesus deixou bem claro o que deveríamos fazer “Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda” (João 15:16). De nossa parte, não é uma questão de escolha. É uma questão de obediência. Fomos chamadas para frutificar.

Essa porção do evangelho em João 15:1-16 contém preciosas lições sobre o desejo do Senhor para que o nosso viver cristão manifeste ampla frutificação.

A videira para os judeus representa o povo de Israel. E era considerada a árvore da vida, e sabendo do simbolismo e da importância da videira naquela época, Jesus diz aos seus discípulos:

Eu sou a videira verdadeira e meu Pai é o agricultor... e vós os ramos”. Jesus se compara à videira, o Pai é o agricultor, e os ramos somos nós. Aprendemos coisas fundamentais sobre frutificar:

– Devemos assumir totalmente o Senhor em nossa vida (“permanecer em mim”); – Devemos dar-lhe todo o espaço de nossa vida (“e eu, nele”); – Assim frutificaremos em toda a boa obra (“esse dá muito fruto”).

Para deixar mais claro quanto a nossa responsabilidade no livro de Marcos acontece um fato que merece nossa atenção: “No dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. E, vendo de longe uma figueira com folhas, foi ver se nela, porventura, acharia alguma coisa. Aproximando-se dela, nada achou, senão folhas; porque não era tempo de figos. Então, lhe disse Jesus: Nunca, jamais coma alguém fruto de ti! E seus discípulos ouviram isto” (Marcos 11:12-14). Destaco o verso 20 dessa passagem “E, passando eles pela manhã, viram que a figueira secara desde a raiz”. Diante disso só posso dizer: “Que o Senhor não me ache sem frutos”.

Mas não esqueçamos que crescer leva tempo; Rick Warren escreveu seu livro Uma Vida com Propósitos: “Quando Deus quer fazer um cogumelo, ele o faz da noite para o dia; mas quando quer fazer um carvalho gigante, leva cem anos”.

Não podemos esperar que experimentemos o fruto das bênçãos de Deus se não reconhecermos a importância de fazer a nossa parte. Muitas vezes buscamos soluções rápidas para nossos problemas, mas o tempo do Senhor é diferente do nosso.

Li uma fábula sobre um homem que estava dando uma olhada numa loja quando fez a descoberta chocante, de que Deus estava atrás da caixa registradora. Então o homem foi até Ele e perguntou:

“O que você está vendendo?”

Deus respondeu: “O que o seu coração deseja?”

O homem disse: “Quero felicidade, paz de espírito e libertação do medo... para mim e para o mundo inteiro.”

Deus sorriu e disse: “Não vendo frutos aqui. Apenas sementes.”

Jesus é a semente que dá vida. O amor é o fruto gerado por essa semente. Alguns querem que o fruto apareça instantaneamente, e isso não acontecerá.

É necessária toda uma estação para que uma fruta cresça e amadureça. Quando você tenta amadurecer rapidamente um fruto, ele perde o sabor.

Por isso, devemos ter paciência como o lavrador espera com paciência que a sua terra dê colheitas preciosas. Nós também precisamos ter paciência para colher os frutos no lar, na igreja, com os amigos e assim continuamente.

Precisamos dedicar tempo às pessoas, a nossa família, aos irmãos e amigos, isto é um grande desafio! Priorizar as pessoas, tornar o tempo em que estamos juntos exclusivo e significativo e, em nossos relacionamentos diários, com vizinhos, ou até quem não conhecemos. Dedicar atenção às pessoas com quem estamos é demonstrar que nos importamos com elas e as amamos.

No Salmos 128 a mulher é comparada à videira, que produz uva, origem da fabricação do vinho, símbolo da alegria, imagem de uma mulher feliz no seu lar. Nós como mulheres e esposas podemos e devemos trazer alegria ao nosso lar, à nossa família. Mas precisamos deixar de ser queixosas e nós seremos as edificadoras de nossa casa. Assim como uma vinha produz muitos frutos, a mulher que teme ao Senhor frutificará e dará muitos frutos. Quando aplicamos a Palavra do Senhor em nossa casa, e fazemos dela nosso modo de vida, veremos o amor, a paz, fé, mansidão, alegria, paciência, os frutos do espírito serão colhidos no nosso lar.

Mas como poderemos ser altamente produtivos? O que nos impede dar mais fruto?

Segundo dados da Embrapa, o Brasil é o segundo maior produtor mundial de soja, com uma produção de 95,631 milhões de toneladas (safra 2015/2016 ).

Como sabemos esses dados? Pelas avaliações que são realizadas a cada término de colheita, e com base nesses dados e em outros, são fornecidas informações para a futura produção. Com base nesses dados como seria nosso relatório se nós fizéssemos uma avaliação de nossas vidas espirituais? Qual seria o resultado?

Estaríamos bem colocados diante de Deus?

Um princípio importante para frutificar é ter raízes boas, profundas e fortes. Se você não tiver raízes, simplesmente não frutificará.

"Mas eu abençoarei aquele que confia em mim, aquele que tem fé em mim, o SENHOR. Ele é como a árvore plantada perto da água, que espalha as suas raízes até o ribeirão. Quando vem o calor; ela não tem medo, pois as suas folhas ficam sempre verdes. Quando não chove, ela não se preocupa; continua dando fruto".

Jeremias 17:7-8

Precisamos de raízes para suportar os tempos difíceis, tempo de intenso calor ou de seca. As raízes são fundamentais para a nutrição da planta e para a produção dos frutos; elas são a chave do fruto. Nós fomos chamadas para glorificar ao Pai, e o glorificamos quando damos muito fruto. Então, para que isso seja um fato nas nossas vidas devemos: Cultivar nossas raízes, eliminar as ervas daninhas, cooperar com a poda e aguardar a colheita.

Gaste tempo lendo diariamente a Palavra de Deus, meditando nela, memorizando-a, e praticando tudo o que você aprendeu nela. É assim que você desenvolverá raízes espirituais sadias, fortes e profundas, se aprofunde no solo da palavra de Deus e nas épocas de seca não deixarão você morrer de sede, calor e fatiga. Pelo contrário, essas raízes o ajudarão a ficar firme nesses momentos de sufoco.

O grande segredo de uma vida frutífera consiste em nós estarmos vivenciando uma comunhão diária com Cristo. Nestes versos que lemos esta é a ideia central de Jesus. O segredo para uma vida transbordante não é fazer mais por Jesus, mas estar mais com Jesus. De que adianta, fazermos tantas coisas, sem estarmos em comunhão e relacionamento com Ele?

Aproveite a oportunidade de frutificar movida pela presença do Senhor em sua vida. Ele fará de você um instrumento para a cura de outras vidas e de sua própria família! Então se posicione como árvore frutífera para o Senhor!

Dica Dinâmica: Pelos frutos, conhecereis a árvore! Disponível em http://ministerioadolescentes.blogspot.com.br/2011/09/dinamicaconhecendo-arvore-pelos-seus.html

Perguntas para reflexão:

1) Você é um ramo frutífero - um verdadeiro cristão?

2) Existe para o cristão a opção de frutificar ou não? Por quê?

3) Se nós somos os ramos, como eu posso produzir bons frutos, para não tornar a videira improdutiva?

4) Quais são suas estratégias para administrar o tempo que Deus lhe dá, e priorizá-Lo em sua vida?

5) A Palavra diz: “Há tempo determinado para todas as coisas”. Como apreciar e aplicar esse princípio bíblico no contexto imediatista do mundo pós-moderno?

 

Artigos Relacionados

Seja a mudança que deseja ver em sua casa Seja a mudança que deseja ver em sua casa
Se, porém, não lhes agrada servir ao Senhor, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do...
Frutos Incontáveis - Frutos de Amor Frutos Incontáveis - Frutos de Amor
"Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda,...
Os Sonhos de Deus Os Sonhos de Deus
O homem sonha e faz planos, mas Deus sempre realiza a Sua vontade. Provérbios 19:21 (Bíblia Viva) Os sonhos são como vento, você os sente,...
A eternidade de Deus x Mortalidade do homem, sexta-feira
Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente. Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente. Hebreus 13:8 Todos n&...