E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse.    

João 17:5

Toda vez que o historiador faz uma pesquisa para saber a origem de determinado acontecimento, ele pode entrar num caminho sem fim. Afinal, o mundo é repleto de eventos que espacialmente e temporalmente podem estar distantes, porém são todos entrelaçados numa relação de precedência e sucessão. A quantidade de informação disponível é determinante para rastrearmos o “início” de algo. Dito isso, lançamos a indagação: “qual a origem de Jesus?” Num primeiro momento, pode parecer difícil, mas temos disponível, através da Bíblia, muitas informações que contribuem para respondermos essa pergunta. A singular e magnífica repercussão da presença de Jesus na terra é reveladora de Sua origem humana, mas também divina. Os versos lidos reforçam essa consideração ao indicar que a natureza divina de Jesus preexiste ao mundo. Pensar sobre origem de Jesus pode nos causar profunda admiração, mas também deve despertar para a grande responsabilidade embutida na afirmação: “Eu sou seguidor de Cristo”.

Artigos Relacionados

Comprometimento com a igreja
  Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais,...
Comprometimento com a igreja, sábado
  E não convinha soltar desta prisão, no dia de sábado, esta filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satan&...
Comprometimento com a igreja, segunda-feira
  PAULO, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses, em Deus nosso Pai, e no Senhor Jesus Cristo: Graça e paz a v&...
Comprometimento com a igreja, domingo
  PAULO (chamado apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus), e o irmão Sóstenes, À igreja de Deus que est&...