Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.    

João 14:27 

A Igreja de Cristo pode encontrar-se enfrentando grandes lutas, contudo sabemos que podemos ficar tranquilos, pois somos parte do corpo de Cristo e a paz correta está bem perto de nós. “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus” (Filipenses 4:7). Cristo não atua na igreja com uma paz simplesmente exterior, passageira, artificial, de férias, de ausência de problemas ou dos antidepressivos, mas com uma paz contínua. No entanto essa paz nasce do coração daquele que Se sacrificou na cruz, morrendo para que Sua igreja estivesse preparada para andar em paz constante. Sim é a paz de Cristo Jesus que ultrapassa todas as piores situações. Essa paz real que deriva da certeza no único Deus, que é o criador e sustentador de nossas vidas.

Artigos Relacionados

A inerrância bíblica, segunda-feira
  Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. .   Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.  ...
A inspiração da Palavra II
  O Espírito do SENHOR falou por mim, e a sua palavra está na minha boca. .   O Espírito do SENHOR falou por mim, e a...
A revelação da Palavra, terça-feira
João, nessa primeira carta, combate um falso ensinamento que negava que Jesus Cristo havia Se encarnado (I Jo 4:2-3). .  O QUE era desde o...
A unidade da Palavra, Sábado
  Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiç...