Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui.    

João 18:36

  Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.    

João 18:37 

Às vezes eu fi co pensando se Jesus viesse em nossos dias, se nós não seríamos como os fariseus e escribas. Eles não tinham total entendimento sobre o pecado da forma como Deus vê. Eles não se viam como pecadores que necessitavam ser livres da escravidão. Então Jesus explicou que mesmo eles sendo muito religiosos e profundos conhecedores das Escrituras, eles precisavam compreender a dimensão do pecado e mudar de atitude. Muitas vezes estamos tão acostumados a nossa vida religiosa e somos tão apegados as nossas verdades que não nos abrimos ao Espírito Santo para enxergamos se ainda estamos sob a escravidão de algum pecado em nossa vida. A vontade do Pai é que sejamos livres de todo e qualquer pecado. Que a cada dia nos atentemos mais ao que o Espírito Santo nos diz para que tenhamos um melhor relacionamento com Deus e consequentemente uma melhor qualidade de vida.

Artigos Relacionados

Interpretando a palavra, quinta-feira
  Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos...
Interpretando a palavra, terça-feira
  E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. .   E, quando ele vier, convencerá...
A inerrância bíblica, terça-feira
  HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos...
A inerrância bíblica, segunda-feira
  Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. .   Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.  ...