Desde a antiguidade fundaste a terra, e os céus são obra das tuas mãos.    

Salmos 102:25 

Quando Deus lançou os fundamentos da terra sobre a face do abismo, o homem ainda não estava lá. Sua obra se completou na formação do homem, a Sua perfeição, para cuidar e lavrar a terra. Pensar no céu como um lugar é mais correto do que errado. As Escrituras descrevem o céu como uma realidade espacial que toca e interpenetra o espaço criado. Um lugar a ser conquistado pelo homem, segundo a fé em Cristo Jesus, o qual desde o fundamento do mundo nos conquistou com Seu amor. Na carta aos Efésios o trono de Cristo é à direita do Pai (Efésios 1:20), onde Ele nos aguarda, pois a vida do cristão em Cristo está “nos lugares celestiais” segundo afi rmação do Apóstolo Paulo em sua carta aos Efésios 1:3-20; 2:6 – “Um corpo ressurreto adaptado à vida do céu nos espera”. Podemos formar uma ideia da perfeita vida no céu, obra das mãos de Deus, baseados naquilo que conhecemos imperfeitamente agora. (1 Coríntios 13:12)

Artigos Relacionados

A inerrância bíblica, sexta-feira
  Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça;...
Reconhecimento da palavra de Deus, domingo
  Porque a palavra do SENHOR é reta, e todas as suas obras são fiéis. .   Porque a palavra do SENHOR é reta, e...
A inerrância bíblica, quinta-feira
  Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai...
A inerrância bíblica, quarta-feira
  As palavras do SENHOR são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes. .   As palavras do...