Banner da lição da escola bíblica vigentePara se se ter uma vida espiritual saudável, a busca diária através da oração e da leitura bíblica não é algo opcional. Se quisermos permanecer de pé espiritualmente, mesmo sendo bombardeados todos os dias pelo inferno e todos os tipos de tentações, é imprescindível buscar na fonte eterna, que é Cristo Jesus, forças para cada dia de batalha. Cada cidadão do Reino de Jesus deve tomar sua carne, suas vontades e lançar-se de vez, sem olhar as circunstâncias adversas.

Receba os Devocionais

Artigos Relacionados

Jesus, o Deus humano, quarta-feira
  E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. .   E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam...
A encarnação de Jesus, domingo
  Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. .   Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o...
TIME: Brasil e Moçambique TIME: Brasil e Moçambique
Após o sucesso com o programa TIME na Zâmbia (Treinamento Ministerial por Extensão), a Sociedade Missionária tem estado em parceria com a Conferência...
A preexistência de Jesus, domingo
  E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse. .   E...

E entre eles se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias; E o chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel pôs o de Beltessazar, e a Hananias o de Sadraque, e a Misael o de Mesaque, e a Azarias o de Abednego. E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.

 

Em Levítico 11 há uma lista de animais considerados imundos para os judeus. O verso cinco do capítulo um de Daniel diz que o rei determinou que Daniel e os príncipes de Judá comessem a comida que o próprio rei comia. Na mesa do rei havia carnes de animais considerados imundos aos judeus. E Daniel, como judeu, decidiu não se contaminar. Ele tomou a atitude de falar com o chefe dos eunucos, pedindo permissão para não comer daquela comida para não se contaminar. Podemos comparar o banquete do rei com a quantidade de coisas que o mundo oferece hoje para que nós também nos contaminemos, para que deixemos de viver uma vida santa. Temos nos consagrado, como fez Daniel? Temos tomado a atitude de dizer não para aquilo que sabemos que não agrada a Deus? Ou temos preferido agradar as pessoas e a nós mesmos?

Artigos Relacionados

Jesus, o Deus humano, quarta-feira
  E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. .   E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam...
A encarnação de Jesus, domingo
  Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. .   Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o...
TIME: Brasil e Moçambique TIME: Brasil e Moçambique
Após o sucesso com o programa TIME na Zâmbia (Treinamento Ministerial por Extensão), a Sociedade Missionária tem estado em parceria com a Conferência...
A preexistência de Jesus, domingo
  E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse. .   E...