Escrituras para Reflexão: Salmos 18:3-19; 22:10; João 2:1-12; Filipenses 4:6-7; 1 Pedro 5:7-10

A quinta prática bíblica da oração poderosa é o lançar todos os nossos cuidados e ansiedades em Deus. Haverá momentos em nossa vida que estaremos pessoalmente em necessidade. Poderemos estar passando por uma tribulação. Poderemos ser experimentados por alguma tentação. Haverá momentos em que teremos uma necessidade imperativa. Pode ser que precisemos de segurança. Em momentos como estes, nosso coração transformado irá clamar a Deus por salvação, por libertação, por socorro, por cura.

Somos encorajados pelas Escrituras em tempos como estes para lançarmos nossas preocupações e ansiedades nas mãos do Senhor “porque Ele tem cuidado de nós”.

Algumas características marcaram os heróis da fé em suas interações com Deus e capacitaram-nos a lançarem suas necessidades em Deus:

Eles realmente acreditavam que Deus os amava e cuidava deles pessoalmente. Tinham um relacionamento com Deus que ajudara a dar-lhes conforto e fé para manter sua confiança no Senhor em tempos difíceis;

Eles olhavam para Deus como a fonte para suprir suas necessidades. Quando tentados a confiar em seu próprio poder para resolver seus problemas, eles foram relembrados de que os planos e caminhos de Deus são melhores do que seus próprios planos;

Eles confiaram que Deus agiria de acordo com Sua própria sabedoria. Deus tem o melhor guardado para nós e a melhor maneira de cumprir os seus propósitos em nossa vida, tanto para a Sua glória quanto para o nosso bem.

nosso bem. Deus deseja que confiemos nEle. Frequentemente nossas orações se parecem como crianças reclamando de seus pais. Quando isso acontece, as crianças estão pedindo, mas sem esperar uma resposta. Por isso que Deus não quer que estejamos preocupados. Ele nos encoraja a uma atitude de gratidão que poderá guardar nosso coração. A gratidão relembra-nos que o coração de Deus realmente deseja o melhor para nós, e, portanto, podemos confiar nEle. Não precisamos explicar o que o Senhor deve fazer e nem como deve responder nossa oração. Somente precisamos estar certos de que Deus nos ouve e que sabe o que é melhor para nós.

Foco da oração:

O que impede você de compartilhar seus fardos com Deus e com os outros em sua igreja? Você acredita que Deus quer o que é melhor para você? Por que você pode ser grato a Deus?

Oremos pelos Batistas do Sétimo Dia na Ásia (Índia, Andra Pradesh e Filipinas).

Artigos Relacionados

Os nomes de Deus, segunda-feira
  E sucedeu que, estando Josué perto de Jericó, levantou os seus olhos e olhou; e eis que se pôs em pé diante dele um...
A revelação de Deus, quarta-feira
  Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo...
Os atributos de Deus III
  Tu estás perto, ó SENHOR, e todos os teus mandamentos são a verdade. .   Tu estás perto, ó SENHOR, e...
Os atributos de Deus III, sexta-feira
  Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. .   Ora, o Senhor...