Imprimir
Lições Bíblicas
Acessos: 1125
Ano 2017
Autor
Número de Páginas 200
Disponibilidade PDF Somente
Tipo de Livro E-Book (PDF)
Formato 14x21cm
ISBN 978-85-464-0386-8

Os relatos de Josué estão entre os mais empolgantes da Bíblia. Quem nunca se emocionou com a marcha em torno de Jericó e com a queda do muro? E quem não imaginou a cena da batalha do “mais longo dos dias”, quando o sol parou em sua posição, e Josué combateu os reis do sul? Misturadas a esses relatos vividos, acham-se as descrições da fundação de uma nação em sua terra, as cerimônias de aliança em que todo o Israel reuniu-se diante de Josué, renovando o compromisso com Deus. Além disso, acrescenta-se a detalhada distribuição de terra, o grande e visível símbolo da bênção divina ao povo escolhido. Esse é o livro de Josué, e hoje, mais do que nunca, sua mensagem precisa ser ouvida.

Josué é o primeiro livro relacionado na coleção de literatura veterotestamentária, conhecida no cânon hebraico como os Profetas Anteriores, designada na tradição cristã como “livros históricos”. Registra-se a história dos israelitas sob a liderança de Josué, descrevendo a conquista de Canaã por Israel unido e a distribuição da terra entre as diversas tribos. O título deriva-se de sua figura central, Josué (Yahweh é salvação). 1

O autor desse livro é desconhecido, e as tentativas de associá-lo a um determinado período depende da interpretação de certas indicações em seu texto. A teorias vão desde a ideia de que fora redigido, em sua maior parte, pelo próprio Josué (tradição do Talmude), até a hipótese de alguém que vivera no período pós-exílio. É provável que sua forma definitiva seja resultado do trabalho de um ou mais auto- res que tenham trabalhado com uma versão mais antiga do livro. Embora a autoria humana possa ser debatida, a inspiração divina é clara. As evidências, tanto internas quanto externas, contribuem para tal conclusão. Esse fato apre- senta, portanto, a necessidade de considerarmos a natureza da inspiração divina. 2

A principal ideia teológica do livro é que, assim como Israel devia servir ao Senhor sob a liderança de Josué, com gratidão por Deus haver cumprido as promessas, também seus leitores deveriam continuar a servir com gratidão, diante do cumprimento das promessas divinas. A obra atesta a fidelidade de Deus às suas promessas.

No amor do Pai,

Pr. Renato Sidnei Negri Jr.

Direitos reservados por:
Conferência Batista do Sétimo Dia Brasileira