Banner da lição da escola bíblica vigentePara se se ter uma vida espiritual saudável, a busca diária através da oração e da leitura bíblica não é algo opcional. Se quisermos permanecer de pé espiritualmente, mesmo sendo bombardeados todos os dias pelo inferno e todos os tipos de tentações, é imprescindível buscar na fonte eterna, que é Cristo Jesus, forças para cada dia de batalha. Cada cidadão do Reino de Jesus deve tomar sua carne, suas vontades e lançar-se de vez, sem olhar as circunstâncias adversas.

Receba os Devocionais

  O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória.    

Efésios 1:14

O Espírito Santo é a garantia da nossa redenção, em nossas orações, precisamos fazê-las com muito fervor para darmos lugar ao poder de Deus, pois nossa fé não é baseada no aparente; “ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem” (Hebreus 11 1 – ACRF). Nós cremos na sobrevivência de um homem no ventre de um peixe, durante três dias e três noites; cremos em um dilúvio que inundou toda terra, onde não tinha chovido; cremos que uma jovem engravidou sem ter tido relações sexuais, ou outros métodos humanos para tal; cremos que a terra tremeu quando os discípulos oravam (Atos dos Apóstolos 4 31). Então, saiamos de qualquer protocolo que venha nos prender e atrapalhar a ação do Espírito Santo, não com excessos para não incorrermos em escândalo, mas com decência e liberdade.

 

Artigos Relacionados

O fruto do Espirito Santo
  Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança...
O fruto do Espirito Santo, sábado
  Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança...
O fruto do Espírito Santo, sexta-feira
  Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo. . &...
O fruto do Espirito Santo, quinta-feira
o que diz respeito à mansidão, essa parte do fruto nos traz uma promessa maravilhosa, que João viu: “E vi um novo cé...