A Bíblia e o Jornal

Como nunca antes, as discussões referentes a sexualidade e gênero tem agitado as mídias e redes sociais do país. Três acontecimentos nas últimas semanas têm desencadeado diferentes reações, e exigido dos cristãos respostas e posicionamentos bíblicos.

Nos últimos dias, fomos surpreendidos, com a notícia de três furacões, devastando as regiões do Caribe (isso mesmo: três!), chamados: Katia, José e Irma 1, sendo este último, considerado o maior furacão da história do Oceano Atlântico. Ele ganhou muita força nesses últimos dias, avançou para os EUA e somente hoje, 11/09/2017, começa a perder força.

Uma foto que era motivo de comemoração acabou se espalhando pela internet e gerando polêmicas intensas. Isac Santos, pastor evangélico brasileiro, celebrava o fato de 38 indígenas da tribo dos Xavantes, incluindo o cacique, terem aceitado a Cristo e recebido o batismo, no estado do Mato Grosso.

No dia 20 de abril, em Paris, na França, um carro parou perto de um veículo policial na área central da cidade, que atrai milhares de turistas. Um homem saiu do carro atirando na avenida, o que resultou em um policial morto e dois gravemente feridos. O atirador foi morto logo em seguida.

Ao levantar hoje pela manhã, 29 de novembro de 2016, e ligar a TV, me defrontei com uma trágica notícia: um voo que levava uma equipe de 22 jogadores de futebol para a Colômbia, onde o time iria disputar o final da Copa Sul-Americana, havia sofrido um acidente. Até o momento em que estou escrevendo, dos 81 passageiros a bordo, 76 faleceram e há 5 sobreviventes: 3 goleiros, um membro da equipe de bordo e um jornalista.

 

O Estado está economicamente fraco, sendo alvo de interesse das nações estrangeiras, desejosas por expandirem mais e mais sua influência. Pesadas cargas tributárias são impostas ao povo. A política interna tem sofrido turbulências das mais diversas. A crise agrava as injustiças sociais, com os ricos cada vez mais explorando aos pobres. A corrupção moral devasta a nação. O culto ao Deus verdadeiro é abandonado, abrindo-se espaço para idolatria e superstições, mas as pessoas continuam mantendo uma falsa segurança de que, com um culto formal e vazio de significado, Deus será obrigado a abençoar o país. Não, não estamos falando do Brasil! Essa era a situação da nação de Judá, no 8º século antes de Cristo. [1]

A Portas Abertas, missão que denuncia a perseguição religiosa a cristãos, divulgou a edição 2015 da Classificação da Perseguição Religiosa. A lista relaciona 50 países segundo o grau de perseguição que os habitantes cristãos enfrentam. Sua atualização é feita considerando-se os acontecimentos e o ambiente religioso do país ao longo do ano anterior.

Faleceu nesta quinta-feira, dia 5 de dezembro, aos 95 anos em Pretória, o líder sul-africano Nelson Mandela, que foi presidente da África do Sul entre 1994 e 1999. Mandela ficou internado de junho a setembro devido a uma infecção pulmonar. Ele deixou o hospital e estava em casa.