Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo.” (Galátas 3:27)

Quando somos batizados, mostramos publicamente que entregamos nossa vida a Jesus. Isso significa que estamos dispostos a abandonar nossa vontade e viver na vontade de Cristo. Sendo assim, essa entrega vai provocar mudanças em nossa vida. Mudanças boas, pois Cristo se torna a razão do nosso viver e é o querer dele, e não o nosso, que faremos a partir de então. Isso vai exigir renúncia. Muitas coisas que fazíamos vão ter que ficar para trás, pois não se encaixam mais em nossa nova vida. Agora somos revestidos de Cristo, temos que viver como ele viveu.

Enquanto Jesus esteve na terra, ele foi o reflexo do Pai; e hoje temos que ser o reflexo de Jesus. Assim como podemos ver Deus em Jesus, as pessoas têm que ver Jesus em nós. Se elas virem uma vida transformada, irão ver que realmente Jesus é bom e poderoso para transformá-las. Porém, se não virem mudança alguma provavelmente irão pensar que tudo não passa de uma grande mentira, ou então confirmar pensamentos ruins que trazem dentro de si a respeito do assunto.

Paulo deu o seguinte conselho ao jovem Timóteo: “Seja exemplo na maneira de falar, na maneira de agir, no amor, na fé e na pureza” (1 Timóteo 4:12). Temos que ser exemplo para as pessoas, seguindo o exemplo de Jesus. Jesus foi santo em toda sua maneira de viver. Ele curava, trazia esperança, confortava os corações, não fazia acepção de pessoas, perdoava, ensinava, orava, obedecia ao Pai, amava as pessoas. Nós temos que trazer esperança para as pessoas também. Temos que perdoar, ensinar, orar, ajudar, amar as pessoas. Não vamos conseguir ser perfeito como Jesus, mas em tudo que pudermos devemos imitá-lo. Paulo disse para a Igreja: "Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo" (1 Coríntios 11:1).

Se nossa vida está entregue a Jesus, tem que haver mudança. Claro que, em alguns pontos, a transformação será mais demorada, mas temos que deixar Jesus nos moldar. Nós fomos batizados em Cristo e agora é para ele que vivemos. Nosso “eu” já morreu, é Cristo que está vivendo em nós e temos que mostrar isso através de nossas atitudes. É essa mudança que as pessoas têm que ver em nós e querer para elas também, querer se revestir de Cristo.

Vamos dizer como o apóstolo Paulo:

Já estou crucificado com Cristo e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim” (Gálatas 2:20).

Artigos Relacionados

Parábola do administrador infiel Parábola do administrador infiel
E DIZIA também aos seus discípulos: Havia um certo homem rico, o qual tinha um mordomo; e este foi acusado perante ele de dissipar os seus bens...
Parábola do Semeador Parábola do Semeador
  Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. .   Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.     Mateus 13:9  A palavra “parábola” tem sua raiz na...
Parábola: O rico insensato Parábola: O rico insensato
  E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui. .   E disse...
Parábola: O rico e o Lázaro Parábola: O rico e o Lázaro
  Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos. .   Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.     Lucas 16:29...