Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar.Josué 1:9

Quando ficamos encarregados de uma grande responsabilidade, normalmente, ficamos com medo, ansiosos, preocupados. A vida de Moisés tinha chegado ao fim e agora era a hora de Josué liderar o povo. Era hora de criar coragem e seguir o exemplo de Moisés.

Desde quando foi escolhido para ser o sucessor de Moisés, Moisés e o próprio Deus já o encorajavam, dizendo para Josué não ter medo, pois ele enfrentaria muitas situações difíceis e precisava ser forte e não desanimar.

Josué foi corajoso e não hesitou em aceitar o seu chamado. Dentre os fatos importantes que ocorreram durante sua liderança, está a queda das muralhas de Jericó. Esta era uma cidade que fazia coisas que não agradavam a Deus, eles estavam em pecado e o povo de Israel não podia se contaminar com suas práticas contrárias a Deus.

Deus, então, entrega a cidade de Jericó nas mãos de Josué. “Então o Senhor disse a Josué: "Saiba que entreguei nas suas mãos Jericó, seu rei e seus homens de guerra. Marche uma vez ao redor da cidade, com todos os homens armados. Faça isso durante seis dias. Sete sacerdotes levarão cada um uma trombeta de chifre de carneiro à frente da arca. No sétimo dia, marchem todos sete vezes ao redor da cidade, e os sacerdotes toquem as trombetas. Quando as trombetas soarem um longo toque, todo o povo dará um forte grito; o muro da cidade cairá e o povo atacará, cada um do lugar onde estiver" (Josué 6:2-5). Assim foi feito como o Senhor havia dito. Josué obedeceu a voz de Deus e organizou tudo e todos como o Senhor lhe falou e teve a vitória, não por suas forças, mas pela força de Deus.

Naquele tempo os muros em volta da cidade era essencial para sua proteção, logo, eram muros grandes e fortes. Destruí-los sem usar nada nas mãos, a não ser as trombetas, era algo humanamente impossível. Josué podia ter questionado, ter ficado com dúvidas; mas conhecia quem lhes dera essa ordem, já havia presenciado verdadeiros milagres feitos por Deus, por isso não duvidou, apenas creu e agiu.

Não foi por forças humanas que os muros foram derrubados, mas foi “pela fé que caíram os muros de Jericó, depois de serem rodeados durante sete dias” (Hebreus 11:30). Deus fez os muros caírem, mas Josué e o povo precisavam ter fé, acreditar que isso realmente seria possível. Eles acreditaram e Deus agiu.

A fé faz o que era impossível acontecer. Hoje, todos temos que passar por situações que exigem fé, coragem e obediência. Quando chegar o momento de enfrentá-las temos que lembrar que Deus é muito maior do que tudo que nos atinge. Nas mãos de Deus está todo o poder, não precisamos temer.

Ele fez maravilhas na vida de seus filhos no passado e continua a fazer ainda hoje. Nós, assim como Josué, conhecemos o Deus a quem servimos, sabemos os milagres que Ele já realizou, agora cabe a nós confiar e agir. Deus é conosco. Ele volta a dizer a cada um de nós: “Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar.”

Artigos Relacionados

A preexistência de Jesus, segunda-feira
  Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso...
Israel se estabelece em Canaã Israel se estabelece em Canaã
  E SUCEDEU, depois da morte de Josué, que os filhos de Israel perguntaram ao SENHOR, dizendo: Quem dentre nós primeiro subirá aos cananeus, para...
Josué: Desafios para a conquista da promessa Josué: Desafios para a conquista da promessa
Os relatos de Josué estão entre os mais empolgantes da Bíblia. Quem nunca se emocionou com a marcha em torno de Jericó e com a queda do muro? E quem...
Seja a mudança que deseja ver em sua casa Seja a mudança que deseja ver em sua casa
Se, porém, não lhes agrada servir ao Senhor, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates,...