Quando somos corrigidos, isso no momento nos parece motivo de tristeza e não de alegria. Porém, mais tarde, os que foram corrigidos recebem como recompensa uma vida correta e de paz.” (Hebreus 12:11 NTLH)

Como é bom saber que além do nosso pai terreno temos um Pai divino! Deus em seu infinito amor nos permitiu entrar para sua família. Apesar das nossas falhas, apesar de sermos infiéis muitas vezes e não merecer o seu amor, Deus nos adotou como seus filhos. É um amor que não podemos explicar, vai além do nosso entendimento; mas não nos é necessário entender, apenas crer. Crer que Ele é o nosso Criador e nosso Pai.

Todo pai quer ver o filho no caminho certo. Se vê que o filho está fazendo alguma coisa errada, se vê que o filho está com um mal comportamento, o pai logo vai dar a disciplina que ele precisa, vai corrigi-lo para que mais tarde não sofra com as conseqüências de seus atos errados. O pai faz isso porque ama o seu filho, “porque que filho há a quem o pai não corrija”? O pai que não corrige não se importa com o filho.

Deus como um bom pai faz o mesmo com os seus filhos, “O Senhor corrige o que ama e disciplina a qualquer que recebe por filho” (v.6). Nós somos seres humanos falhos e muitas vezes fazemos coisas erradas, tomamos decisões erradas, temos desejos errados. Deus não pode ver isso acontecer e ficar de braços cruzados, é ai então, que Ele vem nos corrigir. Se Ele vê que estamos indo pelo caminho errado, Ele virá e nos fará voltar para o caminho certo.

Deus é onisciente, Ele vê o que não podemos ver, nós vemos o agora, Deus vê o futuro, sabe o que é melhor para nós. Se fizermos algo que não esteja nos planos de Deus, Ele terá que nos corrigir, por mais dura que seja a correção, Ele irá fazer. Se vê que a única maneira de aprendermos o que Ele quer nos ensinar é passar por uma situação desagradável, Ele irá permitir que passemos, mas não nos deixará sozinhos, passará conosco. Mesmo que doa, mesmo que soframos, que choremos, Deus irá nos corrigir, porque nos ama mais do que qualquer pessoa e quer ver o nosso bem.

Um filho não quer ser corrigido, acha que o pai não entende nada e que ele é quem está certo, mas com o passar do tempo a conclusão é sempre a mesma: meus pais tinham razão. Com Deus é a mesma coisa. Queremos muito algo, oramos em cima disso, e Deus diz não, então ficamos tristes achando que Deus não está entendendo, falamos com nós mesmos: “Isso é o melhor para mim, como o Senhor pode me negar isso?”. Achamos que sabemos alguma coisa, quando na verdade não sabemos nada. Ou então, sofremos com as conseqüências dos nossos erros e achamos que Deus não se importa com nós, que nos abandonou. Mas devemos lembrar do que Provérbios 3:11-12 nos diz: “Filho, preste atenção quando o Senhor Deus o castiga e não se desanime quando ele o repreende. Porque o Senhor corrige quem ele ama, assim como um pai corrige o filho a quem ele quer bem.”

Mesmo que aos nossos olhos pareça que essa correção não é algo bom, pareça ser “motivo de tristeza e não de alegria”, temos que saber que Deus não fará nada que não seja bom para seus filhos. Se Ele não nos corrigisse o seu amor não seria perfeito, pois amar é cuidar, é proteger, é querer o bem; não é passar a mão na cabeça e satisfazer todas as vontades. É saber mostrar o erro e ajudar a consertar.

A correção do Senhor é motivo de alegria, porque mostra que Ele está olhando e cuidando de nós. Qual é o pai que não corrige o filho quando erra? Aquele que não se importa com o filho. Corrigir é ver o que está errado e mostrar o certo. Se Deus está nos corrigindo é porque estamos fazendo errado, e é hora de ouvir a sua correção e fazer a coisa certa.

Artigos Relacionados

Simplesmente Agradeça! Simplesmente Agradeça!
“Pois o Senhor, o seu Deus, os tem abençoado em tudo o que vocês têm feito. Ele cuidou de vocês em sua jornada por este grande deserto. Nestes...
O Grande Quebra-Cabeça! O Grande Quebra-Cabeça!
“Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem, para que hoje fosse preservada a vida de muitos.” Gênesis 50:20 Você já deve ter ouvido...
Bons Tempos Bons Tempos
“Nós nos lembramos dos peixes que comíamos de graça no Egito, e também dos pepinos, das melancias, dos alhos-porós, das cebolas e dos alhos. Mas...
Respostas Bíblicas para Tempos de Crise Respostas Bíblicas para Tempos de Crise
  O Estado está economicamente fraco, sendo alvo de interesse das nações estrangeiras, desejosas por expandirem mais e mais sua influência. Pesadas...