Nossa regra de fé enfatiza a Bíblia como uma bússola para nos guiar e fortalecer  num mundo de  tremenda confusão e incerteza espiritual e moral.

Em Deuteronômio 6:6-8 Deus nos ordena inculcar e colocar primeiramente em nossos coração a Sua Palavra para depois ensinar aos nossos filhos. Pois de que adianta estarmos vazios espiritualmente da Palavra de Deus sem ter a real conversão e comunhão com nosso Pai celestial? E o que teremos de embasamento bíblico e sabedoria para ensinar os filhos no caminho em que devem andar?

A Bíblia nos ensina que a responsabilidade do ensino bíblico para a criança pertence a família. Os pais são os responsáveis por ensinar a criança sobre Deus, Seu plano de salvação do homem, sobre a vida eterna e a comunhão entre os salvos [1].

Inicialmente de forma bem clara e o mais simples possível, devemos falar sobre a Bíblia com naturalidade. Estarmos convictos de que o ensino bíblico constrói cristãos fortes.

O plano de salvação é uma direção para se conhecer quem é Deus, o Seu plano perfeito.Deus é o nosso criador, mas infelizmente as coisas se arruinaram através do pecado, mas Deus em Seu infinito amor tinha um plano; Jesus veio para nos salvar, e aceitando a Jesus nos tornamos parecidos com Ele; e assim, obedecendo a Deus através da leitura da Bíblia que nos orienta, nos ensina  a orar, a pertencer à igreja e assim aguardar a volta de Jesus.

Para termos sucesso com o discipulado de nossos filhos, temos que ser o exemplo. E pedir a Deus a direção de tudo que pretendemos fazer e falar. O versículo 7  nos dá as dicas: “assentado em sua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te”. Ou seja, em todas as oportunidades que tivermos de momentos com nossos filhos, precisamos ampliar o aprendizado e a criatividade, ajudar a pesquisar e entender a bíblia. Para isso precisamos dispor de tempo de qualidade para ler, conversar, agir e orar.

Ensinar por meio de experiências: em tudo dando exemplo

As crianças precisam aprender da Bíblia para terem respostas às suas questões e problemas.  Com atividades que envolvam  movimento, desafios e divertimento. Elas “são aqui e agora”, e isso envolve ação:

  • Desafiá-las para aprender novas habilidades e informações;
  • Oportunidade de aprender através dos sentidos dados por Deus: ouvindo, vendo, tocando, saboreando, cheirando;
  • Colocar um sorriso em suas palavras, se você está feliz e entusiasmado, as crianças refletirão sua alegria.

Se o seu filho ainda não aceitou a Jesus, que tal começar pelo “Livro Sem Palavras?” que a Bíblia de Recursos para o Ministério Infantil da Apec [2] tem como anexo, o qual é uma excelente ajuda para evangelizar. Mas nada impede de confeccionar com papéis coloridos e/ou outros objetos juntamente com a criança.

 

O que é  O Livro Sem Palavras?

Tem a capa na cor verde e dentro tem quatro páginas ou duplas. Com as seguintes cores: dourada, preta, vermelha e branca. Cada cor representa um grupo de verdades do Evangelho e deve ser mostrada às crianças enquanto você fala a respeito das verdades, ou qualquer verdade, desse grupo.

Este pequeno livro já provou ser muito eficiente para ensinar a mensagem do evangelho:

  • A página dourada fala sobre Deus e sua Santidade;
  • A página preta fala sobre o pecado e suas consequências;
  • A página vermelha fala a respeito de Jesus Cristo e Sua morte pelo pecado;
  • A página branca fala sobre salvação – especialmente justificação;
  • A página verde fala sobre crescimento espiritual após a salvação.

Use o Livro Sem Palavras, mas use também a Bíblia, e especialmente um versículo sempre que estiver apresentando o Evangelho para a criança.

Essa é só a primeira parte.

O discipulado infantil: alimentar para crescer

Em seu livro Primeiros Passos, Doherty diz que quando as crianças confiam em Jesus Cristo como Senhor e Salvador, elas nascem de novo e começam uma nova vida . Deus quer que elas cresçam espiritualmente, mas não crescerão se não forem alimentadas. Elas precisam ser ensinadas a comer, a andar, a falar e a obedecer. [3]

O mandamento do Senhor Jesus é “apascenta os meus cordeiros” (João 21:15). Pedro, em sua primeira carta, recomenda o uso do leite genuíno da Palavra àqueles que confiaram em Cristo, para que cresçam.

Outra orientação riquíssima que Doherty nos dá é que a principal ferramenta no processo  de alimentação é a Palavra de Deus. As crianças podem não conseguir lê-la por muito tempo, ou com grande concentração, mas darão ouvido a quem seja capaz de lhes explicá-lA bem.  

A lição bíblica é um alimento espiritual muito importante na escola bíblica, pois ensina sobre doutrina, missões, testemunho, memorização e aprendizado de versículos, oração em público e particular e a importância do devocional diário.

Em casa, os pais podem ensinar as seguintes verdades:

  • A segurança da salvação;
  • A inspiração da bíblia e a importância de lê-la todos os dias;
  • A importância da prática da oração;
  • O entendimento das doutrinas bíblicas básicas;
  • A necessidade de dedicarem suas vidas a Jesus Cristo, e de se submeterem ao Seu Senhorio;
  • Um esboço da conduta cristã, e o que Deus espera delas;
  • Como lidar com o pecado na vida e não ser dominado por ele;
  • Como testemunhar aos outros;
  • A importância de obedecer aos pais;
  • A necessidade de frequentar a igreja e a escola bíblica.

O segredo está na repetição de algumas verdades, e isso para não se tornar enfadonho pode ser apresentado de diversas maneiras:

  • O prazer da leitura por si só: Como desafio de memorização, todos os dias ler o mesmo trecho bíblico, em um momento tranquilo do dia;
  • Orações breves e com objetivos: Preparar uma caixinha de oração junto com a criança e incentivá-la a escrever em pedaços de papel previamente recortados, palavras de adoração a Deus, pedidos e agradecimentos;
  • Cânticos curtos: As crianças gostam de cantar. O salmista diz que a canção alegra o coração do Rei. E pode-se afirmar que o mesmo acontece com a criança, principalmente se incutirmos nela um verdadeiro espírito de adoração ao nosso Deus;
  • Devocionais: Geralmente trazem exemplos para reflexão, testemunhos de vidas. Com ilustrações, reforçam o versículo bíblico;
  • Jogos e brincadeiras: De forma lúdica, as crianças aprendem regras e memorizam histórias e versículos bíblicos. Pais e filhos podem confeccionar e usar a criatividade para criarem  atividades com diversos materiais. Segue dica de livro que todos os dias traz um versículo e atividades para realizar em casa [4]

Filhos são presentes de Deus para nossas vidas, e devemos cumprir com o mandamento de Deus com relação ao Ide. Aproveitando todos os momentos que estivermos com nossas crianças, pois ensinar a Palavra de Deus é ganho, traz benefícios infindáveis, serão momentos inesquecíveis de convivência familiar que marcarão o coração de nossos filhos.

Vocês, pais, estão cumprindo com o que nos pede o Senhor Deus em Deuteronômio 6:6-8? Eis a oportunidade, amanhã pode ser tarde. Comece hoje mesmo a discipular o coração de seus filhos!

Referências 


[1] MOLOCHENCO, Madalena de Oliveira. Curso vida nova de teologia básica: educação cristã. São Paulo: Vida Nova,  2007. P. 64.

[2] Bíblia de recursos para o ministério com crianças [tradução da Bíblia ] João Ferreira de Almeida; notas e material adicional Neyd Siqueira.]  2. Ed. Revista e  atualizada. – São Paulo: Hagnos, 2003.

[3]  DOHERTY, Sam. Primeiros Passos: um manual para o ministério bíblico com crianças. São Paulo: APEC – Aliança Pró Evangelização das Crianças, 2008. [Tradução Eros Paquini Junior]

[4] Light, Gospel. Grande livro de histórias e atividades. Tradução Madalena Torres. São Paulo: Cultura Cristã, 2010

Artigos Relacionados

25 versículos Bíblicos para memorizar com as crianças 25 versículos Bíblicos para memorizar com as crianças
Uma das coisas mais importantes que podemos fazer por nossas crianças é ensinar a Palavra de Deus. Contudo, muitas vezes nós mesmos podemos...
Declaração de Fé: A Bíblia Sagrada
NOSSA DECLARAÇÃO: “Cremos que a Bíblia é a Palavra inspirada de Deus e é nossa autoridade final e soberana em assuntos de fé e prática...
Tendo o coração de Maria nos tempos de Marta Tendo o coração de Maria nos tempos de Marta
  Caminhando Jesus e os seus discípulos, chegaram a um povoado, onde certa mulher chamada Marta o recebeu em sua casa. Maria, sua irmã, ficou...
Jesus e o discipulado, segunda-feira
  E ensinava nas suas sinagogas, e por todos era louvado.   E ensinava nas suas sinagogas, e por todos era louvado.     Lucas 4:...