Banner da lição da escola bíblica vigentePara se se ter uma vida espiritual saudável, a busca diária através da oração e da leitura bíblica não é algo opcional. Se quisermos permanecer de pé espiritualmente, mesmo sendo bombardeados todos os dias pelo inferno e todos os tipos de tentações, é imprescindível buscar na fonte eterna, que é Cristo Jesus, forças para cada dia de batalha. Cada cidadão do Reino de Jesus deve tomar sua carne, suas vontades e lançar-se de vez, sem olhar as circunstâncias adversas.

Receba os Devocionais

Estudos Bíblicos

  Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. .

  E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse. .

  Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. .

  Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo. .

o que diz respeito à mansidão, essa parte do fruto nos traz uma promessa maravilhosa, que João viu: “E vi um novo céu, e uma nova terra... .

  Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança. .

  Servi ao SENHOR com alegria; e entrai diante dele com canto. .

o texto de hoje, um dos aspectos do fruto do Espírito é a Paz. .

Desde 1967, durante toda a primeira semana de janeiro, os Batistas do Sétimo Dia de todo o mundo se unem em oração, compartilhando meditações centradas em um tema que é escolhido pelo autor de cada ano.

Os propósitos da Federação Mundial Batista do Sétimo Dia são:

  1. Proporcionar maior comunicação entre grupos de Batistas do Sétimo Dia em todo o mundo.
  2. Promover projetos de interesse mútuo que se beneficiarão da cooperação internacional.
  3. Estimular a comunhão entre Cristãos Batistas do Sétimo Dia por meio de encontros periódicos de representantes entre Conferências ou grupos e programas de auxílio mútuo.
  4. Receber e avaliar declarações de necessidade endereçadas à Federação e compartilhar tais expressões de necessidades com as Conferências afiliadas, convidando-as a responderem conforme o Senhor as guiar.