Banner da lição da escola bíblica vigentePara se se ter uma vida espiritual saudável, a busca diária através da oração e da leitura bíblica não é algo opcional. Se quisermos permanecer de pé espiritualmente, mesmo sendo bombardeados todos os dias pelo inferno e todos os tipos de tentações, é imprescindível buscar na fonte eterna, que é Cristo Jesus, forças para cada dia de batalha. Cada cidadão do Reino de Jesus deve tomar sua carne, suas vontades e lançar-se de vez, sem olhar as circunstâncias adversas.

Receba os Devocionais

Estudos Bíblicos

chega de matança!”.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.

Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça.

E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui.

Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.

A palavra afirma que TODOS pecaram.

Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.

Desde 1967, durante toda a primeira semana de janeiro, os Batistas do Sétimo Dia de todo o mundo se unem em oração, compartilhando meditações centradas em um tema que é escolhido pelo autor de cada ano.

Os propósitos da Federação Mundial Batista do Sétimo Dia são:

  1. Proporcionar maior comunicação entre grupos de Batistas do Sétimo Dia em todo o mundo.
  2. Promover projetos de interesse mútuo que se beneficiarão da cooperação internacional.
  3. Estimular a comunhão entre Cristãos Batistas do Sétimo Dia por meio de encontros periódicos de representantes entre Conferências ou grupos e programas de auxílio mútuo.
  4. Receber e avaliar declarações de necessidade endereçadas à Federação e compartilhar tais expressões de necessidades com as Conferências afiliadas, convidando-as a responderem conforme o Senhor as guiar.