Mulheres

"Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não matarás’, e ‘quem matar estará sujeito a julgamento’. Mas eu lhes digo que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. Também, qualquer que disser a seu irmão: ‘Racá’, será levado ao tribunal. E qualquer que disser: ‘Louco! ’, corre o risco de ir para o fogo do inferno. "Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta. "Entre em acordo depressa com seu adversário que pretende levá-lo ao tribunal. Faça isso enquanto ainda estiver com ele a caminho, pois, caso contrário, ele poderá entregá-lo ao juiz, e o juiz ao guarda, e você poderá ser jogado na prisão. Eu lhe garanto que você não sairá de lá enquanto não pagar o último centavo". "Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não adulterarás’. Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração. Se o seu olho direito o fizer pecar, arranque-o e lance-o fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ser todo ele lançado no inferno. E se a sua mão direita o fizer pecar, corte-a e lance-a fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ir todo ele para o inferno".

Mateus 5:21-30

"Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir. Digo-lhes a verdade: Enquanto existirem céus e terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra. Todo aquele que desobedecer a um desses mandamentos, ainda que dos menores, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será chamado menor no Reino dos céus; mas todo aquele que praticar e ensinar estes mandamentos será chamado grande no Reino dos céus. Pois eu lhes digo que se a justiça de vocês não for muito superior à dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus".

Mateus 5:17-20

 

"Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens.

Mateus 5:13

 Não se consegue imaginar o preparo de comidas sem o tempero que é essencial em nossas cozinhas, o sal. Ele é responsável por dar sabor aos alimentos, ele muda completamente o sabor dos pratos, também serve como conservante, pois é responsável por retardar a decomposição, desde que seja puro.

"Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus. Bem-aventurados os que choram, pois serão consolados. Bem-aventurados os humildes, pois eles receberão a terra por herança. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos. Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia. Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus. Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus. "Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa os insultarem, perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês".

Mateus 5:3-12

Iremos meditar sobre as bem-aventuranças, citadas por Jesus no sermão do monte. Ao lermos a passagem, percebemos que a verdadeira felicidade, ali citada em seu sermão, é totalmente contrária ao que o mundo nos fala sobre felicidade.

Saudações com a gloriosa paz do nosso Senhor Jesus Cristo e com dois preciosos trechos da Palavra de Deus:

Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve.

1 João 5:14

Todas nós, que estamos aqui hoje, fomos chamadas ou queremos ser chamadas (caso haja alguém que queira engravidar) para ser mãe. Hoje vamos focar nesse chamado, e assim nos lembrarmos da frase:

Todo filho precisa de uma mãe que ora!

Nesse encontro, vamos focalizar a missão que temos como mãe, e a missão que assumimos com esta campanha de orar por nossos filhos.

Toda mãe deve buscar entender o quanto uma oração tem poder. Aprender orar é confessar nossa dificuldade, aprender orar é aprender a esperar, aprender orar é saber confiar, mesmo que aparentemente nada esteja acontecendo. Muita oração, muito poder, pouca oração pouco poder e nenhuma oração nenhum poder.

Eis que os filhos são herança do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão.

Salmos 127:3

Olhemos para o presente que Deus nos deu. O quanto devemos ser gratas a Deus por ter nos dado o privilégio de sermos mães. O Senhor nos presenteia com os filhos, e é o mesmo Senhor que nos chama para criá-los em um ambiente de amor, de proteção, criá-los nos caminhos da bondade, do reto caráter, respeito ao próximo e da fé sincera em Cristo Jesus. Devemos, também, ponderar quanto à responsabilidade que de sermos mãe.